notíciasCidade

Após repasse, Gerir deve quitar salários atrasados

07/12/2017 8:44 AM / Eurico Cruz / Atualizado em 08/12/2017 12:23 pm

Com a publicação de um repasse de R$ 3 milhões ao Instituto Gerir, quarta-feira, 6, via Diário Oficial, a diretoria da organização social de saúde informou, em nota, que finalmente irá pagar os salários atrasados dos médicos que trabalham no Hospital Municipal de Urgências (HMU) e no Hospital Municipal da Criança e do Adolescente (HMCA), que  ameaçavam realizar uma paralisação nos serviços ainda esta semana.

Na nota, o instituto afirma que “assim que o repasse efetuado estiver creditado, o Instituto Gerir poderá efetuar o pagamento dos seus colaboradores”. Com dois meses de atraso, os médicos que trabalham para o Gerir recebem os pagamentos de uma empresa montada pelo instituto com o intuito de apenas realizar as quitações referentes a Guarulhos. Segundo o presidente do Sindicato dos Médicos de São Paulo (Simesp), Eder Gatti, o Gerir precarizou as situações de trabalho com os funcionários, quarterizou os médicos e ainda compromete o atendimento dos hospitais.

“O próprio Gerir assediou os funcionários com o nome da Prefeitura para entrarem como sócios minoritários de uma empresa que presta terceirização. E fez isso com o aval e a orientação da Prefeitura”, disse o presidente do Simesp.

Pagamento – Foi publicado, no Diário Oficial, repasse de R$ 3 milhões (Foto: Lucas Dantas)

SiteLock