notíciasNacional

Artesanais, muito mais do que apenas cerveja

19/12/2016 12:33 PM / Vicente de Aquino / Atualizado em 19/12/2016 12:33 pm

Beber menos, beber melhor: qual o diferencial das cervejas artesanais? Para Cláudio Gimenez, 54 anos, o Kal, a diferença substancial das artesanais está no corpo e na alma do produto que é feito.

“Hoje sou sócio-proprietário da HZB Cervejaria (que fica na cidade de São Pedro, Avenida dos Imigrantes, 647). Sou o mestre cervejeiro e faço tudo com muita dedicação. Para dizer a verdade, até 1994 eu não sabia o que era uma boa cerveja. Só fui descobrir isso na Alemanha. Depois disso resolvi me dedicar ao assunto. Viajei pela Bélgica, Dinamarca, República Tcheca, Irlanda, enfim, fui aprender o que era na realidade aquela bebida.”

A fábrica e cervejaria que produz a HZB (Halb Zehn Bier) já se tornou um ponto turístico de grande visitação da Estância de São Pedro. Lá, além de você conhecer todo o maquinário e o processo de produção da cerveja artesanal, você também pode sentar com seus amigos e degustar os diversos tipos de sabores oferecidos, pois a choperia anexada à fábrica oferece um cardápio de petiscos para acompanhar o prato principal do local: as  ótimas cervejas HZB.

A alma em fazer bem feito é o segredo para manter a essência do produto final que o cliente vai experimentar.

A produção segue padrões alemães, a sua clássica “Lei da Pureza” que permite a utilização de apenas quatro ingredientes na sua produção: malte de cevada, água muito pura, lúpulo e levedura. Daí a diferença para as cervejas convencionais que você encontra em qualquer bar que entrar.

Harmonização perfeita mesmo

O chef André Ávila criou um cardápio especial no dia da visita do Metrô News à HZB. Para o Buffalo Wings, a sugestão de cerveja foi uma IPA, Brown Ale ou Weiss. Combinando com o Fish and Chips, as mesmas citadas anteriormente. Para o bacon empanado apenas o poder de uma Stout para contemplar de forma perfeita. Já para o Stick Cheese, a melhor pedida, sem nenhuma sombra de dúvida, é a tradicional Pilsen.

Para se tirar maior proveito no cardápio

Para se tirar o maior proveito da cerveja e fazer uma harmonização perfeita com o prato é necessário, antes de mais nada, identificar os ingredientes presentes na receita e as características da bebida.

As harmonizações acontecem sempre por três características muito bem definidas pela cerveja escolhida: adstrigência, contraste e semelhança.

A primeira, com seu amargor e carbonatação, quebra os efeitos gordurosos dos alimentos; a segunda provoca uma valorização tanto da bebida quanto da comida e aumenta o prazer da degustação; enquanto a terceira aguça os elementos sensoriais fazendo com que ocorra uma agregação de valores.

SiteLock