notíciasDestaque Opinião

As muitas vias de uma burocracia que custa tempo, dinheiro e paciência

30/11/2017 8:36 AM / Editorial / Atualizado em 30/11/2017 8:36 am

A partir de dezembro, a emissão de passaporte ficará um pouquinho mais simples. O cidadão que precisar deste documento estará dispensado de apresentar a quitação eleitoral, de serviço militar e o comprovante de pagamento da taxa. Neste próximo mês também começa a funcionar um projeto-piloto para agendamento on-line de consultas no Sistema Único de Saúde (SUS). E, há uma semana, foi anunciado o lançamento do app “Carteira de Trabalho Digital”, que permitirá consultar informações contratuais antigas e em vigência e para solicitação de primeira e segunda vias do documento impresso. Essas medidas, que parecem não ter relação umas com as outras, fazem parte de um esforço do Governo federal de tornar o país menos burocrático, dando mais agilidade aos processos e, em última instância, facilitando a vida do cidadão.

Burocracia não é um problema novo no País. Aliás, toda nação corrupta é burocrática, pois precisa se cercar de barreiras para tentar minimizar os desvios de seus cidadãos, servidores e governantes. Já na ditadura militar foi criado um Ministério da Desburocratização, com a ingrata missão de encurtar os tentáculos do Estado sobre a administração geral. E uma única medida do então ministro Hélio Beltrão, que assumiu a pasta em 18 de setembro de 1979 e eliminou a necessidade de reconhecimento de firma nos documentos exigidos pelas repartições federais, reduziu pela metade o movimento nos cartórios.

Agora, uma das iniciativas do governo Temer é o Conselho Nacional de Desburocratização, criado em março deste ano e em operação desde junho. Mais uma vez busca-se igualmente um Brasil com menos papel, papelada, vistos, certidões, documentos, regulamentos, procedimentos, controle e dificuldade para se obter o que se quer. Até porque a burocracia tem seu custo e, geralmente, é danosa para a economia. Infelizmente, este ainda é um país onde se demora muitos meses para se formalizar uma empresa e que se dedica muitos dias somente na preparação para o pagamento de impostos. Dessa forma, perde-se tempo, dinheiro, paciência e a esperança de que isso possa mudar em um futuro próximo.

SiteLock