notíciasCidade

Base cobra reajuste salarial para cargos comissionados

07/06/2017 9:26 AM / Eurico Cruz / Atualizado em 08/06/2017 9:56 am

A falta de reajuste para cargos comissionados na Câmara impediu que o projeto que repõe a inflação para o funcionalismo fosse aprovado terça-feira, 6, pelos vereadores. Com o apitaço de ex-comissionados demitidos e que não receberam as verbas rescisórias, os vereadores apenas deliberam a proposta de lei e convocaram sessões extraordinárias para quinta-feira, 8.

Segundo o vereador Laércio Sandes (DEM), como o projeto enviado pela Prefeitura exclui os comissionados do reajuste de 3,26%, o presidente da Casa, Eduardo Soltur (PSD), que estava ausente na sessão, adotou o mesmo posicionamento. O problema é que a Câmara tem muito mais trabalhadores em cargos de confiança do que concursados.

Por telefone, Soltur confirmou que não concederá o reajuste aos comissionados do Legislativo. “É praxe da Casa. Sempre que o prefeito dá um aumento, segue-se à risca, sempre foi assim”, disse. A Câmara gasta 66%, mas pode chegar a 70% da receita com folha de pagamento.

SiteLock