notíciasCidade

Cidade alcança superávit de empregos

22/11/2017 8:59 AM / Raphael Pozzi / Atualizado em 23/11/2017 9:12 am

Com o levantamento de outubro, o saldo de empregos resultou em um número positivo em Guarulhos pela primeira vez em 2017. Isso quer dizer que a cidade, finalmente, contratou mais do que demitiu no ano e voltou a criar postos de trabalho, ainda que estes estejam apenas repondo as constantes quedas de 2015 e 2016.

Os últimos dados atualizados pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), por meio do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), mostram que, em outubro, foram repostas 690 vagas no estoque de emprego guarulhense. O saldo da balança de trabalho no município, entre janeiro e outubro, ficou positivo em 520 postos.

Os meses com números negativos foram janeiro (-702), fevereiro (-95), março (-290), maio (-55), junho (-990) e julho (-413). Por sua vez, os positivos foram abril (321), agosto (1.350), setembro (704) e o já citado outubro (690). O resultado segue a tendência estadual (109.968 empregos criados este ano) e federal (217.402 contratações a mais do que demissões).

“A economia tem dado sinais de melhora”, explicou a economista e coordenadora dos cursos de administração, contábeis e tecnológicos da Universidade UNG Bonsucesso, Nilza Siqueira. “Há também um indicativo de melhora nos números para 2018. Com isso, existe a possibilidade dos postos retomarem”, concluiu.

Multidão – Comércio espera forte movimentação econômica no fim do ano (Foto: Lucas Dantas)

Despachantes registraram maior saldo

As profissões com melhores saldos em Guarulhos, em outubro, foram despachante de transporte coletivo, com um resultado de 346 vagas criadas, operador de caixa, com 165, e alimentador de linha de produção, com 158 empregos recuperados. Os piores foram agente de proteção de aviação civil, com um resultado de 519 vagas extintas, confeccionador de pneumáticos, número negativo em 141, e demonstrador de mercadorias, com 49 demissões a mais do que contratações.

SiteLock