notíciasCidade

Cidade começa o ano com perda em cobrança de ISS

05/10/2017 9:41 AM / Eurico Cruz / Foto: Lucas Dantas / Atualizado em 06/10/2017 12:59 pm

O ano de 2018 ainda nem começou e a Prefeitura já tem certeza de uma queda de arrecadação do Imposto Sobre Serviços (ISS) na cidade. O fato ocorre porque o Governo não conseguiu aprovar na Câmara, até o dia 2 de outubro, a lei que atualiza a tributação municipal e permite a cobrança sobre os serviços de administração de cartões, leasing e planos de saúde, o que pode gerar um prejuízo de até R$ 8 milhões.

Como o pagamento só pode ser feito 90 dias após a sanção da lei pelo prefeito, e a primeira parcela referente a este tributo será paga em 1º de janeiro, a Prefeitura terá de focar agora em aprovar a lei ainda dentro deste mês, para evitar a perda da segunda parcela a ser realizada em fevereiro de 2018.

Questionado sobre o tema, o Governo afirmou que enviou a proposta à Câmara no mês passado e admitiu que a expectativa agora é aprovar a lei para receber os tributos, mas disse não saber mensurar qual o valor da perda. “No que se refere especificamente à eventual perda de receita a ser gerada devido ao interstício de tempo no próximo ano, ainda não é possível mensurar com segurança este impacto”, disse. A Prefeitura  espera aumentar em R$ 100 milhões a arrecadação do ISS para 2018.

 

SiteLock