notíciasCidade

Cidade fica entre as últimas em criação de empregos

08/02/2017 8:53 AM / Raphael Pozzi / Atualizado em 09/02/2017 9:23 am

O número de empregos formais do varejo de Guarulhos ficou com o segundo pior desempenho do Estado em novembro de 2016, segundo informações obtidas com exclusividade pela Folha Metropolitana junto à Fecomercio. Os dados mostram que a região teve recuo de 3,9% no mês, encerrando com um estoque de 103 mil trabalhadores.

Em 12 meses, foram eliminados 4,2 mil postos de trabalho. Em novembro foram criadas 398 vagas que, segundo o assessor econômico da instituição, Jaime Vasconcellos, são as temporárias. “Mesmo assim, o número é muito inferior ao de 2015, quando o varejo criou 1,2 mil empregos neste mês”, disse.

Os números são da Pesquisa de Emprego no Comércio Varejista do Estado de São Paulo (Pesp), elaborada com base nos dados do Ministério do Trabalho. O setor que mais criou vagas foi o de lojas de vestuário, tecidos e calçados, com alta de 441 postos. Os supermercados também admitiram mais do que demitiram, recuperando 194 vagas.

“O que os dados mostram é que o empresariado desligou tantos funcionários que chegou ao fim”, disse. Não há mais espaços para demissões, segundo o especialista.

Vendedores aguardam clientes no Centro (Foto: Beto Martins)


SiteLock