notíciasCidade

Estudantes praticam clássicas brincadeiras de rua

01/12/2017 7:14 AM / Raphael Pozzi / Atualizado em 04/12/2017 8:49 am

Quase 600 adolescentes, estudantes do Ensino Médio da Escola Estadual Dom Paulo Rolim Loureiro, participaram de um dia diferente na quinta-feira, 30. A unidade fica ao lado do Estádio Municipal Arnaldo José Celeste, na Ponte Grande, Centro, onde eles fizeram atividades físicas “de rua”, brincadeiras antigas que não são mais tão praticadas pelos jovens.

Na 1ª Copa de Jogos de Rua da cidade, eles disputaram golzinho, taco, queimada, corrida de saco, bolinha de gude, pião, entre outras modalidades. Além disso, uma tenda fazia exames de sangue, pressão e contava com profissionais de saúde que orientavam sobre a importância das análises.

A ação foi iniciativa da Subsecretaria Municipal da Juventude, comandada por Erick Tadashi de Moura Watanabe. “A ideia surgiu de vermos que essas práticas estavam caindo no esquecimento, ao mesmo tempo em que os índices de obesidade tem aumentado nos jovens”, explicou Watanabe. “Por conta disso, resolvemos fazer esse grande evento que é, além de esportivo, bastante cultural também”, acrescentou o subsecretário.

O ginásio do local serve como base de treinamento e jogos para o Corinthians-Guarulhos, time de vôlei. Quando percebeu a movimentação de jovens no estádio, o central Sidão, um dos ídolos da equipe, foi ao ar livre e até tentou rodar um pião, sem sucesso. “Esse tipo de coisa é que faz a juventude se apaixonar pelo esporte. Vendo eles praticarem, até senti saudades da minha infância”, falou o jogador, atualmente com 33 anos.

Saudosismo – Entre as atividades praticadas, tem pião e bola de gude (Foto: Lucas Dantas)

Consciência – Organizadores uniram esporte e também cultura (Foto: Lucas Dantas)

Resgate – Jovens puderam vivenciar brincadeiras que, em um passado recente, eram praticadas nas ruas (Foto: Lucas Dantas)

SiteLock