notíciasCidade

Estudo aponta ganhos sociais com universalização do saneamento

12/09/2017 9:38 AM / Da Redação / Atualizado em 13/09/2017 10:40 am

O Instituto Trata Brasil, em parceria com a Ex Ante Consultoria Econômica, publicou o diagnóstico Benefícios Econômicos e Sociais da Expansão do Saneamento em São Paulo. Ele quantifica os ganhos do saneamento básico nas áreas da saúde pública, turismo, valorização imobiliária e produtividade do trabalho.

Considerando o custo médio para se levar água e esgotos às moradias no Estado de São Paulo, o estudo estimou que para se chegar à universalização dos serviços serão necessários R$ 26,7 bilhões em 20 anos – a valores presentes e a preços de 2014 – ou seja, precisaríamos de um investimento anual mínimo de R$ 1,3 bilhão.

Segundo o estudo, em duas décadas, já descontando os custos da universalização, os ganhos econômicos e sociais trazidos pela expansão dos serviços em suas diversas áreas alcançariam R$ 64,9 bilhões. Isso significa que a universalização do saneamento traria ganhos expressivos para os paulistas.

Prejuízo constante – Falta de saneamento eleva os custos públicos com tratamento de saúde da população (Foto: Lucas Dantas)

 

SiteLock