notíciasDestaque Esportes

Futebol de Guarulhos continua na lanterna

04/07/2017 12:33 PM / Raphael Pozzi / Atualizado em 05/07/2017 10:59 am

Imagine a seguinte situação: um time de futebol profissional subindo as escadas do vestiário rumo ao campo. Milhares de torcedores gritando o nome da equipe. Mesmo sendo um jogo duríssimo, valendo título, eles sabem que podem contar com os jogadores porque, até ali, os atletas foram pura raça e conquistaram vaga na final, após vencer grandes equipes nacionais.

Essa situação parece cada vez mais distante da realidade dos dois times da cidade. O Flamengo, que estava na Série A3 do Paulista – o que já não é motivo de grande orgulho, caiu esse ano para a última divisão. Lá está a AD Guarulhos que, no domingo, 2, após nova derrota, já sabe que não terá chance de classificação para a segunda fase do campeonato.

De acordo com os presidentes, Edson David Filho e Ricardo Agea, do Corvo e do Índio, respectivamente, há dificuldades de encontrar parceiros. “O planejamento financeiro começa muito tarde, já com a competição andando. É quando aparecem os investidores”, disse Agea. “Aí não dá para aproveitar”.

“A prioridade de um município não deve ser o futebol, mas tivemos muitas dificuldades nos últimos 16 anos. A administração nunca esteve ao nosso lado”, explicou David Filho. Segundo ele, o prefeito Guti (PSB) mudou um pouco o panorama. “Ele nos ajudou a abrir portas com o empresariado. Infelizmente, foi no ano em que não encaixamos e caímos”, afirmou.

Última divisão – Jogador do Flamengo chora ao cair da Série A3 do Paulista (Foto: Lucas Dantas)

Investimento precisa melhorar

Segundo Ricardo Agea a proposta é tentar evoluir também fora de campo. “As pessoas que falam que estamos estagnados são maldosas”, disse. Para Agea houve decepção por não classificar na Quarta Divisão, mas hoje o clube quitou dívidas importantes. “Nós temos a Certidão Negativa de Débitos do Ministério da Fazenda. Que time tem isso hoje em dia?”, questionou.

Esse também é o pensamento de Edson David Filho. “Tem que profissionalizar a gestão do futebol”, disse. “O Flamengo vai disputar todas as competições, inclusive a Quarta Divisão, pensando em subir”.

Flamengo – Edson David Filho (Foto: Lucas Dantas)

AD Guarulhos – Ricardo Agea (Foto: Lucas Dantas)

Faltam categorias de base nos clubes

Para o secretário-adjunto municipal de Esportes, Iltonjorge de Assis Roque, não adianta contratar atletas com idade avançada para tentar classificação. Esse é um dos problemas que os times enfrentam. “Nós possuímos muitos talentos em Guarulhos e a maioria passa batido. Já tenta entrar direto num Corinthians, Palmeiras, São Paulo”, analisou.

Um dos mais experientes do Fla, Palito foi disputado, não jogou bem e abandonou o barco antes do fim do torneio (Foto: Lucas Dantas)

Só o Sub-17 do Índio está bem

No Sub-17, a AD Guarulhos tem 24 pontos em 12 jogos e ocupa a terceira posição do Grupo 7, atrás apenas de Corinthians e Guarani. No Grupo 8, o Flamengo tem 12 pontos e está na sexta posição. Pelo Sub-20 o Flamengo é o único representante municipal. A equipe está na lanterna do Grupo 3, que conta com Palmeiras, Corinthians, Audax e Red Bull.

SiteLock