notíciasCidade

Indústria cortou 400 vagas na cidade em julho

18/08/2017 10:04 AM / Raphael Pozzi / Atualizado em 18/08/2017 10:04 am

A indústria guarulhense, no mês de julho, registrou uma queda maior no estoque de emprego do que no mesmo período do ano passado (foram 400 cortes contra 200). Já o balanço do número de postos de trabalho durante 2017 seguiu negativo. No ano passado, o setor demitiu 7,6 mil pessoas a mais do que contratou até julho. Agora, em sete meses, foram 1,9 mil vagas cortadas.

Foi o que mostrou estudo realizado pelo Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp) e pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), divulgado quarta-feira, 16.

Segundo a economista Nilza Siqueira, da Universidade UNG Bonsucesso, os dados, em conjunto com a queda da inflação e a diminuição na taxa Selic (índice usado como referência para os juros usados em bancos), mostram que a economia começa a respirar. “Apesar de não haver criação de emprego, é um momento em que existe uma paralisação nos cortes e isso já é, de certa forma, positivo”, minimizou.

O diretor do Ciesp Guarulhos, Maurício Colin, também está otimista. “Esse índice mostra que estamos começando a nos estabilizar”.

SiteLock