notíciasDestaque Espetáculos

Jornalismo brasileiro brilha com prêmios em Medellín

02/10/2016 3:08 PM / Alexandre de Paulo, enviado especial a Medellín / Atualizado em 02/10/2016 3:08 pm

A noite de quinta-feira, 29, não poderia ter sido melhor melhor para o jornalismo brasileiro. Natalia Viana, da Agência Pública, é a vencedora do Prêmio Gabriel García Márquez de Jornalismo na categoria Texto, com a reportagem “São Gabriel e seus Demônios”.

Já Caio Cavechini, Carlos Juliano Barros, Ana Aranha, Cauê Angeli, Marcelo Min (in memorian) e Leonardo Sakamoto, da Repórter Brasil, são os contemplados na categoria Imagem, com o documentário “JACI, sete pecados de uma obra da amazônica”. “Sou a primeira jornalista brasileira e a primeira mulher a ganhar este prêmio. É sensacional ver duas organizações independentes serem reconhecidas. São pessoas que tomaram para si a tarefa de seguir fazendo jornalismo investigativo de qualidade, isso ficou muito claro entre os finalistas”, disse Natalia. “Este é o reconhecimento de um trabalho feito a duras penas, o que legitima o esforço de uma equipe que trabalhou com orçamento apertado, por acreditar no projeto.

Há milhares de outras questões palpitando no Brasil e a gente, às vezes, não tem mãos para mexer nessa cumbuca”, disse Caio. O fotojornalista Marcelo Min, que morreu em agosto do ano passado e assina a fotografia do documentário com Cauê Angeli, foi homenageado pela equipe da Repórter Brasil no discurso de agradecimento. Os outros vencedores são: Juanita León (Colombia) na categoria Cobertura; Eva Belmonte, Miguel Ángel Gavilanes, David Cabo, Raúl Díaz Poblete e Antonio Villarreal (Espanha) na categoria Inovação.

Durante a premiação também foram entregues um prêmio de reconhecimento à excelência jornalística à equipe do jornal El Faro, e o reconhecimento especial “Clemente Manuel Zabala” ao editor colombiano Jorge Cardona, do El Espectador.

Natalia Viana - Primeira mulher a vencer o Prêmio Gabriel García Márquez (Foto: Alexandre de Paulo)

Natalia Viana – Primeira mulher a vencer o Prêmio Gabriel García Márquez (Foto: Alexandre de Paulo)

SiteLock