notíciasCidade

Novo hospital pode integrar HMU e HMCA ao custo de R$ 30 milhões

30/06/2017 9:44 AM / Eurico Cruz / Atualizado em 03/07/2017 10:16 am

O prefeito Guti (PSB) reforçou quinta-feira, 29, a ideia de construir um hospital vertical, com custo aproximado de R$ 30 milhões. Porém, argumentou que a Prefeitura não tem caixa para a obra. A afirmação foi feita durante a entrega da UPA Jardim Paulista. A ideia era dar início  já em 2018.

A perspectiva é que a obra seja feita no terreno do Hospital Municipal de Urgências (HMU) e que o novo prédio seja capaz de alocar também o Hospital Municipal da Criança (HMCA). Esses equipamentos estão sob a responsabilidade do Instituto Gerir desde maio.

O Governo tem analisado realizar uma parceira built to suit – construído para servir –, no qual terceiros investem na construção do imóvel e recebem uma espécie de aluguel. Neste caso, o prefeito faria a quitação do débito para retomar o empreendimento. Guti disse que solicitou R$ 50 milhões ao ministro da Secretaria de Governo, Antônio Imbassahy (PSDB-BA), para a Saúde, mas ainda não teve resposta.

Panorâmica – Vistá aérea do Hospital Municipal de Urgências (HMU) (Foto: Lucas Dantas)

SiteLock