notíciasDestaque Opinião

O mundo em risco por causa do embate entre EUA e Coreia do Norte

20/04/2017 9:42 AM / Editorial / Atualizado em 20/04/2017 9:42 am

Quando atualmente se fala  sobre os Estados Unidos, a primeira imagem que vem à mente é do presidente Donald Trump. Porém, atrás dele há muitas outras pessoas que, obviamente, estão em sintonia com os pensamentos bélicos do republicano.

O segundo nome na hierarquia da Casa Branca, Mike Pence, não é tão popular como o topetudo e desbocado Trump. Porém, ontem ele amplificou os discursos de seu titular, aumentando a crise vivida entre os EUA e a Coreia do Norte.

Pence afirmou a soldados americanos do porta-aviões Ronald Reagan, ancorado no Japão, que, caso o país asiático tente atacar a terra do Tio Sam, a resposta estadunidense será “esmagadora”.

Sabe-se que os EUA são um país que produziu e estoca centenas de ogivas nucleares. Somente com algumas dezenas delas, poderiam acabar com o mundo. A produção desse tipo de armamento ocorreu por causa da corrida contra a antiga União Soviética (agora Rússia), durante a Guerra Fria. Ambos os países podem acabar com a humanidade apertando somente um botão.

Como o ditado diz “faça o que digo, mas não faça o que faço”, os EUA se pautam em resoluções da Organização das Nações Unidas, que proíbem a produção de energia nuclear para fins bélicos, para criticar e ameaçar o país asiático.

No entanto, a Coreia do Norte é uma ditadura comunista, sendo considerado o país mais fechado do mundo. Somente com essa breve descrição pode-se imaginar que o governo de Kim Jong-un não daria ouvidos ao que a comunidade mundial propõe.

Han Song-ryon, vice-ministro das Relações Exteriores norte-coreano, afirmou à BBC, anteontem, que o ritmo de testes balísticos (sem ogivas nucleares) será acelerado pelo país semanal, mensal e anualmente.

A resposta dos EUA foi dita pelo vice. A possibilidade de uma guerra entre ambos os países está cada vez mais palpável, mas irá repercutir e se estender para todo o mundo – caso a humanidade resista à violência do embate entre dois países em guerra.

SiteLock