notíciasCidade

Previdência municipal vai economizar R$ 200 milhões

09/11/2017 8:59 AM / Eurico Cruz / Atualizado em 10/11/2017 9:31 am

A implantação de um regime próprio de Previdência dentro do funcionalismo público municipal, no qual todos os servidores serão migrados para o regime estatutário, deve reduzir em R$ 200 milhões o gasto da Prefeitura com impostos patronais e com o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), conforme informou o secretário de Gestão Eduardo Kamei, durante audiência pública na Câmara Municipal, ontem.

A medida deve permitir que a Prefeitura consiga manter reajustes salariais ao funcionalismo público ou mesmo realizar concursos, uma vez que a economia reduz o custo da folha de pagamento que, de acordo com Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), pode chegar até 54%. As despesas com pessoal ultrapassam R$ 2 bilhões por ano.

Ainda não há prazo para implantação da mudança, já que a Prefeitura ainda aguarda as informações do INSS referente às contribuições previdenciárias.

Estudo – O secretário de Gestão, Eduardo Kamei, espera dados do INSS (Foto: Lucas Dantas)

SiteLock