notíciasDestaque Espetáculos

Sesc Pompeia celebra 40 anos do punk rock

16/11/2017 9:20 AM / Da Redação / Atualizado em 17/11/2017 9:13 am

Um festival de música no Sesc Pompeia celebra os 40 anos de história que o punk rock completa em 2017. De sábado, 18, a 26 de novembro, nove bandas e mais de 50 artistas se revezam no palco em apresentações comandadas por alguns dos mais representativos grupos de punk e pós-punk do país, como Ratos de Porão, Lixomania, Restos de Nada, AI5, Mercenárias, Patife Band, Questions e Sugar Kane.

Além dos shows regidos pelas bandas que construíram o repertório punk do País nas últimas décadas, o festival “40 Anos de Punk” será encerrado pela apresentação “O Punk Não Morreu”, show especial composto por vários representantes do estilo musical no Brasil, que se intercalam no palco.

Não se sabe quando o  punk surgiu. Contudo, foi em 1977 que o estilo musical explodiu para o mundo. Naquele ano, foram lançados alguns discos pioneiros, além de coletâneas com o melhor do punk. Foi também em 1977 que os “garotos de jaqueta preta” da Vila Carolina e de outros bairros do subúrbio paulistano começaram a se reunir em grupos, organizar seus “sons de fita” e idealizar suas futuras bandas.

Com o festival “40 Anos de Punk”, o Sesc Pompeia pretende celebrar este estilo musical e preservar sua memória, ajudando a contar essa história que perdura há quase meio século.

História de respeito

Em meados dos anos 1960, as bandas de garagem mais radicais, como a inglesa Troggs e a peruana Los Saicos, faziam um som que hoje em dia é conhecido como Garage Punk. Na mesma época, o Velvet Underground surgia em Nova York. Anos depois, ainda na década de 1960, o MC5 e os Stooges gravaram seus primeiros discos, considerados os embriões do punk rock.

Em 1972, a revista Creem já usava o termo punk rock quando, no mesmo ano, David Bowie lançou seu quinto álbum, The Rise and Fall of Ziggy Stardust and the Spiders from Mars, que continha a música Suffragette City, uma espécie de pré-punk. Em 1976, o Damned, o Saints e os Sex Pistols lançaram compactos de punk rock.

Foi em 1977 que o punk é, de vez, incorporado às setlists pelo mundo. Neste ano, os discos Nevermind the Bollocks, Damned Damned, Pink Flag e L.A.M.F. são lançados e também chega ao mercado a coletânea A Revista Pop apresenta o Punk Rock, lançada pela Editora Abril.

Festival “40 Anos de Punk”

Com Ratos de Porão, Lixomania, Restos de Nada, AI5, Mercenárias, Patife Band, Questions, Sugar Kane e o show especial “O Punk não Morreu”. De 18 a 26 de novembro. Quinta, sexta e sábados, a partir das 21h30 (abertura da casa às 20h). Domingo, a partir das 18h30 (abertura da casa às 17h30). Na Comedoria do Sesc Pompeia (Rua Clélia, 93). Apresentações não recomendadas para menores de 18 anos. Os ingressos variam entre R$ 6 e R$ 30.

SiteLock