notíciasCidade

Suspeito de terrorismo tinha foto com bandeira de facção

23/07/2016 10:52 AM / Da Redação / Atualizado em 25/07/2016 10:54 am

Morador de Bonsucesso, na casa onde residia com a mulher e dois filhos, Vitor Barbosa Magalhães, de 23 anos, que se autointitulava Vitor Abdullah, é um dos dez suspeitos de terrorismo presos pela Polícia Federal, na operação Hashtag, na quinta-feira, 21.

Em recente reportagem da Revista Veja, publicada no dia 16 de junho,  Abdullah aparecia em uma foto com uma bandeira do Estado Islâmico junto com membros do grupo terrorista. Em entrevista à GloboNews, a mulher de Abdullah, Larissa Rodrigues, 22, disse que ele se converteu ao islamismo há seis anos e que era uma pessoa amorosa e carinhosa. Abdullah dava aulas de árabe em um canal do Youtube. ele chegou a ficar seis meses no Egito. Em Guarulhos, trabalhava com o pai, Francisco Sandoval Magalhães, 49, como funileiro, e estudava letras em uma universidade local.

“O que o Vitor faz é trabalhar. Ele tem dois filhos para criar. Trabalha e estuda. De repente a polícia vem e pega ele? Não sei de nada de errado que ele faz”disse o pai do suspeito  à GloboNews.

SiteLock