notíciasCidade

TRT cobra procuração ao Gerir e posição do Stap

24/11/2017 9:05 AM / Eurico Cruz / Atualizado em 27/11/2017 9:12 am

O desembargador Carlos Roberto Husek, do Tribunal Regional da 2ª Região, pediu, no dia 21, que o  Instituto Gerir apresente uma procuração na qual “outorgue poderes para o ajuizamento da ação de mandado de segurança”, recurso voltado a derrubar a liminar pelo fim do convênio com a Prefeitura para gestão de três equipamentos de Saúde.

Para apresentação do documento foi concedido um prazo de cinco dias.

O Sindicato dos Trabalhadores na Adminsitração Pública (Stap) acredita que a decisão precisa ser cumprida até o dia 28, mas a Prefeitura já confirmou, em nota, que não tem condições de reassumir os serviços administrados pelo Gerir atualmente: Policlínica Paraventi, Hospital Municipal da Criança e do Adolescente e Hospital Municipal de Urgências.

Para evitar nulidade do processo, outra decisão também solicitou do Stap e do Ministério Público do Trabalho uma manifestação sobre a liminar de suspensão do convênio citado.

Polêmica – Prefeitura repassou gestão do HMU e não pretende reassumi-la (Foto: Lucas Dantas)

SiteLock