notíciasCidade

Vendas de material de construção têm crescimento de 3%

04/05/2017 9:56 AM / Raphael Pozzi / Atualizado em 05/05/2017 10:37 am

Apesar de o faturamento varejista ainda não estar consolidado, o comércio de materiais de construção fechou o primeiro quadrimestre do ano com crescimento de 3% nas vendas em comparação com o mesmo período de 2016. O levantamento foi realizado pela Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção (Anamaco).

Os dados são nacionais, mas, em Guarulhos, de acordo com pesquisa da FecomercioSP, realizada mensalmente, o movimento é semelhante: houve crescimento de 8,5% no faturamento do setor, comparando-se janeiro de 2017 com o mesmo período do ano passado. Em novembro (4,9%) e dezembro (8,1%), os números também foram positivos.

“Os dois últimos anos foram muito complicados para a cadeia da construção como um todo. O setor está reagindo, mas ainda bem abaixo dos números apresentados nos últimos 10 anos”, explicou o presidente da Anamaco, Cláudio Conz. De acordo com ele, o “freio” que a crise econômica gerou nos gastos das famílias também ajudou. “As pessoas seguraram por muito tempo as reformas por medo. Mas a casa continua precisando de reparos”, disse.

Já o assessor econômico da FecomercioSP, Guilherme Dietze, acredita que a base de comparação é muito fraca. “Em números, desde 2013, Guarulhos perdeu quase R$ 27 bilhões nesse setor”, analisou. “Qualquer crescimento é como se tirássemos um pé da lama. Não é considerada uma recuperação ainda”, concluiu.

Estoque – Especialista avalia que recuperação do setor ainda é tímida (Foto: Beto Martins)

SiteLock