notíciasCidade

Veículo da Saúde é usado para ato político da CUT

16/03/2015 2:45 PM / Wellington Alves / Imagens: cinegrafista amador / Atualizado em 19/03/2015 3:09 pm

Um veículo do Serviço Ambulatorial da Secretaria Municipal da Saúde, que é utilizado para o transporte de pacientes em tratamento contínuo, foi utilizado para transportar militantes da Central Única dos Trabalhadores (CUT), na sexta-feira, 13, no ato promovido na Avenida Paulista, em São Paulo, para defender o governo da presidente Dilma Rousseff (PT).

A cena foi flagrada em vídeo postado no Facebook por Henrique Motta na sexta-feira, às 20h27. A gravação de 11 segundos que mostra pessoas com camisetas da CUT dentro do veículo foi compartilhada por mais de 4,3 mil pessoas até a tarde de segunda-feira, 16, com mais de 100 mil visualizações.

Em nota, a Prefeitura reconheceu que a denúncia é “gravíssima”, afirmou que “não permite e nem estimula o uso indevido dos equipamentos públicos” e que instaura nesta terça-feira, 17, uma sindicância para apurar o caso. Procurada, a CUT São Paulo informou que não tem conhecimento do uso do veículo.

O vice-prefeito e secretário de Saúde, Carlos Derman, já sabe qual foi o motorista que transportou os cutistas e conversou com ele e o prefeito de Guarulhos, Sebastião Almeida (PT). A versão que deve ser divulgada nos próximos dias é que o motorista, que é concursado, deu uma carona para colegas no retorno para Guarulhos.

Comissionados foram convocados para ir à manifestação

Comissionados da Prefeitura foram convocados para participar da manifestação convocada para a última sexta-feira pelas centrais sindicais em defesa da presidente da República, Dilma Rousseff (PT). A reunião que organizou a ida dos petistas aconteceu no Clube Recreativo há uma semana.

O acordo foi que os comissionados da Prefeitura e da Câmara fossem ao ato político após o horário de trabalho. A utilização de carros públicos não foi discutida. “Vamos punir quem quer que tenha que ser punido. Foi um motorista que fez uma atitude isolada”, afirmou o líder de governo, vereador Samuel Vasconcelos (PT). Ele suspeita que integrantes da oposição podem ter influenciado a ação do motorista para causar desgaste ao PT.

O presidente da Comissão de Higiene e Saúde da Câmara, Alexandre Dentista (PSDC), e o presidente da Comissão Especial de Estudos (CEE) dos médicos que dormiram em plantão, Romildo Santos (PSDB), afirmaram que irão investigar o caso.

Conselho de Saúde deve convocar Derman nesta terça-feira

Uma reunião na tarde desta terça-feira, 17, no Conselho Municipal de Saúde deve culminar com a convocação do secretário de Saúde, Carlos Derman, para prestar esclarecimentos sobre a utilização do veículo do Serviço Ambulatorial para transportar militantes da CUT.

O caso já foi discutido na segunda-feira, 16, pelos conselheiros. “É um absurdo. A pessoa pode ir para manifestação com o carro particular, mas não com o que é para uso público”, afirmou o conselheiro Antonio Luiz do Valle.

Os conselheiros foram avisados que o motorista do veículo teria dado carona no retorno de São Paulo para Guarulhos após consulta de um paciente na capital paulista. Caso a versão seja verdadeira, a conduta do motorista também foi indevida. “Isso não pode acontecer”, disse o conselheiro.


SiteLock