notíciasCidade

Falta de escoamento forma piscinão de lama

26/06/2015 1:52 AM / Mari Cavalcante / Atualizado em 01/07/2015 3:22 pm

Os moradores da Rua Amarilis, no Parque Residencial Jardim Bambi, convivem com um alagamento de aproximadamente 50 metros há pelo menos dois meses. O problema começou quando a ligação de dois canos, que passam por uma residência, usados para o escoamento da água foi interrompida pelos próprios moradores.

“Duas casas estão com infiltração e correm risco de desmoronar”, explicou o vigilante Celso Manoel da Silva, 37, responsável pela obstrução. “E ainda podemos ficar doentes com a rua nesse estado”, acrescentou, aflito.

Como a rua nunca foi pavimentada, os moradores tiveram de improvisar um sistema de drenagem para remover o excesso de água e também de esgoto, já que a via não possui rede coletora.

Para atravessar a piscina de lama os moradores se espremem por um canto escorregadio correndo o risco de levar um escorregão. É o caso da dona de casa Eleni Carlos de Souza, 48, que não pode evitar o atalho, pois precisa buscar a filha de oito anos na escola. “Não tenho outra saída”, afirmou.

Os canos improvisados foram instalados na casa da estudante Karen Souza Tenório, 19, que chegou a acordar com um volume expressivo de água dentro de casa. “Perdemos guarda-roupa e cama. Passamos raiva e sufoco, além do medo de a casa cair. Espero que consertem”, contou.

A Prefeitura informou que estão sendo realizados estudos de pavimentação no bairro, no entanto, ainda não há previsão de quais ruas serão beneficiadas. Ontem, a Defesa Civil realizou vistoria no local e verificou que não há risco de desabamento.

O Saae disse que implantou redes coletoras de esgoto na região, mas ainda não entraram em funcionamento. A autarquia municipal se colocou á disposição para orientar os moradores sobre a instalação  de fossa séptica, sugerida como medida paliativa.

Confira o drama dos moradores no vídeo filmado pelo morador Celso Manoel da Silva:

SiteLock